Buscar
  • Daniel Donato

Que saudade dos péssimos atendimentos!

Atualizado: 23 de Jul de 2020


ūüė° Me desculpem, mas n√£o deveria nem comentar esse post. Mas vamos l√°: ūüĎäūüŹĽ


‚ö†ÔłŹ Trocar o pedido do cliente n√£o deveria acontecer em hip√≥tese alguma. O cliente pediu e, teoricamente, o gar√ßom anotou. Eu disse teoricamente porque existem gar√ßons que n√£o anotam os pedidos alegando que vai decorar, que √© bom de mem√≥ria... ūü§® Rum sei!


Nesses casos, se n√£o anotou, as chances de erros aumentam, pois no meio do caminho pode vir algum pensamento interno ou alguma pessoa querendo falar com ele e por a√≠ vai. ūüĎČ O melhor sempre √© anotar. Eu disse sempre! ‚ėļÔłŹ


‚ö†ÔłŹ E a√≠ vem o segundo problema.


O gar√ßom anotou tudo direitinho, passou o pedido para a cozinha por meio de um sistema eficiente, mas o pedido foi feito de forma errada ou foi trocado com o de outro cliente. Puxa vida! ūü§¨ Isso √© muito cruel, tanto com o cliente como com o gar√ßom que fez sua parte.


Mas será que o garçom fez toda a sua parte mesmo? N-A-O-TIO, NÃO. Claro que não!


‚úćÔłŹ Sabemos que toda a equipe, desde o dono at√© o cozinheiro, tem a responsabilidade sobre o atendimento de um restaurante, mas a pessoa respons√°vel pelo atendimento de linha de frente, ou seja, o que trata diretamente com o cliente, no caso o gar√ßom, tem a maior responsabilidade. N√£o total, mas a maior.


‚úćÔłŹ O gar√ßom deve acompanhar o pedido, checar com os cozinheiros se entenderam, checar o tempo de espera, informar para o cliente quanto tempo ele vai aguardar e, por fim, antes do prato sair da cozinha, checar o pedido para ver se est√° conforme a solicita√ß√£o. S√≥ depois, deve-se entregar para o cliente.


Tem mais? ūüė¨ Sim, tem mais! Ap√≥s entregar o pedido na mesa, √© importante perguntar ao cliente se ele necessita de algo a mais e falar que estar√° dispon√≠vel sempre que ele chamar. ‚ö†ÔłŹ Ah! Perguntar se ele acha interessante que v√° algumas vezes √† sua mesa para ver se est√° precisando de algo tamb√©m √© uma boa op√ß√£o.


E a√≠ vem uma afirma√ß√£o da maioria das pessoas que trabalham com atendimento:ūü§Ē


Eu n√£o consigo fazer tudo isso, pois tenho que atender v√°rias mesas ao mesmo tempo.


Como diz Nelson Rubens, Ok Ok... O cliente n√£o tem nada com isso. Nada mesmo!


ūüĎČ O dono do restaurante tem que se adaptar, reduzir a quantidade de mesas atendidas por um mesmo gar√ßom, checar os processos atuais, atualiz√°-lo se for preciso, verificar a efic√°cia do sistema de pedido e sempre treinar a sua equipe. ūüĎąūüŹĽ


Com isso, podemos minimizar consideravelmente as chances de erros e a insatisfação dos clientes.


‚ö†ÔłŹ Lembrem-se! Sem cliente n√£o existe neg√≥cio.


ūüĎČūüĎČ Ah. N√£o esque√ßa de oferecer a sobremesa! ūüėĀ Isso √© bom e aumenta o faturamento do restaurante.


Grande abraço e sucesso,

Daniel Donato


12 visualiza√ß√Ķes0 coment√°rio

Posts recentes

Ver tudo